20080409

100%

Dá um bico.

Meus amigos sujos. Meu trabalho sujo. Minha vida suja.

Eu não vim pra cá por isso, mas todo mundo tem que comer. E isto veio a calhar. É um ciclo vicioso. Lado A, lado B, lado C, lado B, lado A. Não pára, é infinito. Mas isso me desliga. Me acalma.

Eu era um bom garoto. Eu ia à escola. Arte. Arte antiga Chinesa, Renascimento, teoria da cor. Imagens. Palavras. Que belo trampo! Maconha no almoxarifado, sexo no banheiro... uma beleza!

Mas aí eu tive uma... crise! Sabe cumé? Acordar de manhã e ver que está tudo errado? Acordar um dia e ver que o leite azedou e que o pão tá com bolor... acordar de madrugada e se sentir incomodado. Saber que um dia vai morrer.

E isto levanta perguntas. Pra que viver? Pra que esta vida? Que significa tudo isto? No fundo, você não teme nada, mas espera por alguma coisa. De qualquer modo, você não tem certeza.

Esta é minha crise. Eu não quero morrer. Mas se for pra morrer, eu quero, então, viver primeiro. Quero descascar a vida como se fosse uma fruta, e desfrutá-la! Quero acender que nem um fósforo e queimar! Quero queimar até apagar! Daí, sim, posso desaparecer.

Mas até lá, eu quero viver! Eu tô pronto! Quero fazer isto! Venha o que for, que seja cem por cento!



(Texto adaptado de trecho da graphic novel 100%.
POPE, Paul. Opera Graphica Editora, 2006.)

5 comentários:

Reis disse...

estou bebado cara, muito muito bebado!

Rodrigo disse...

Eu também quero viver...

Anônimo disse...

MEU GIBI CARALHO! ME DEVOLVE!

bueno (falando MUITO sério)

Anônimo disse...

Haha! Me empresta que eu devolvo pro Bueno Xexa!

ps:.A vida nã é uma fruta. A Vida é como um bom copo de café: Negra e amarga, mas deliciosa por causa disso!

bueno disse...

é sério.. me escreve pra defrenemenesis@gmail.com e combina um pico e um horário.
essa segunda vou passar pelo metro da vila, se for sussa pra voce.

bueno